sábado, 28 de março de 2009

Culpados!?!?


Suprir as expectativas é algo que foge da compreensão de todo e qualquer ser humano. Vamos continuar com a dor e a deliciar de ser, até a chegada da morte. Pois é?!?! Tá pensando que não é verdade, é só olhar para o lado, e perceber quantas pessoas se movimentam aguardando que você seja a salvação ou quantas pessoas atribuímos essa responsabilidade tão árdua. Dificilmente nos implicamos nessa empreitada e reconhecemos que ninguém é "escravo de ninguém, ninguém senhor do meu dominio". Porque caros, o duro caminho em direção a angùstia é pesado. Talvez por isso ou além disso, amo e respeito tanto os melancólicos e os angustiantes, que não toleram viver com a idéia da pílula da felicidade diária e ilusória, e que se enclausuram dentro de si buscando uma resposta sem responsabilizar os outros. Mas veja lá, porque ninguém é super humano sempre, nem consegue essa façanha todos os dias de suas vidas. Percorrer dentro e fora de toda e qualquer possibilidade de entrar nessa empreitada brutal de se reconstruir requer um desapropriamento imenso de vários âmbitos criados, recriados e aprendidos na vida no que se refere ao certo e o errado, o que é politicamente correto, minhas responsabilidades com os outros, minha implicação nos processos, meus direitos e deveres e por aí vai inúmeras condições possíveis que poderia descrever.
Mas esse já é um papo bem antigo sobre o nosso verdadeiro papel na relação que muitos não conseguem, nem se fazem entender. E o que dizer das pessoas que tomam as pílulas de felicidade diária e são o que são – felizes. Eu não posso negar esse prazer, porque nas minhas andanças também me aproprio, nem que seja um dia se quer dessa realidade: E quem não faz??? Somos seres humanos e necessitamos diante do real e ideal buscar soluções menos agonizantes de continuar vivendo uma vida mais fluida e menos sofrida, e claro, cada um lida com sua vida de forma diferente.Só me cabe, respeitá-las...

Um comentário:

  1. Cris, não tou conseguindo te linkar!!! Nao abre...

    ResponderExcluir

Aqui não precisa bater...Se jogue!